1.6.06
Haunted Mansion #2

ref.228/06

No Verão de 2005, a comunicação social noticiou o acordo entre a Disney e a Slave Labor Graphics Publishing, no qual a SLG produziria 4 novas séries de banda desenhada inspiradas em universos e/ou personagens Disney: Haunted Mansion, TRON, Wonderland e Gargoyles.

Haunted Mansion é uma atracção clássica dos parques temáticos da Disney e as histórias inspiram-se em tal.

Neste 2º número, o leitor tem a possibilidade de ler 5 histórias curtas, da autoria de Christopher, Roman Dirge (com uma história da sua Lenore), Serena ValentinoFSc (criadoras da série Nightmares & Fairy Tales), Jon "Bean" Hastings & Jon Morris e Dan Vado & David Hedgecock (na 2ª parte sobre a vida de William Gracey, o Captain Blood).

Aconselha-se a tentar. Mais que não seja, a sublime história de Valentino e FSc recompensa tal aventura.

Haunted Mansion #2
(vários autores)
SLG, 2006 (EUA)
32 pp, brochado
ISBN 1-59362-031-4


Posted at 19:39 by enanenes
Deixe a sua opinião  




31.5.06
Dead Boy Detectives

ref.224-227/06

Em 2001, surgia o 5º produto de The Sandman Presents, desta vez centrada nas personagens The Dead Boy Detectives e subintitulada The Secret of Immortality.

Com argumento de Ed Brubaker e desenhos de Bryan Talbot, a Vertigo continuava deste modo a explorar o universo do Sandman de Gaiman, onde Charles Rowland e Edwin Paine surgiram (mais propriamente na saga Season of Mists, cerca de 10 anos antes). No entanto, muitas outras personagens serão familiares aos leitores de Sandman.

Trata-se de uma estória que poderá agradar a todos os que não leram Sandman mas que se interessam por uma aventura protagonizadas por jovens detectives fantasmas, com algum humor à mistura. Quanto aos fãs de Sandman, de certeza apreciarão este retomar das personagens. A mini-série nunca foi compilada em TPB, pelo que os interessados terão de procurar as 4 revistas que a constituem.

The Sandman Presents: Dead Boy Detectives #1-4
Ed Brubaker & Bryan Talbot
DC / Vertigo, 2001 (EUA)
4 x 32 pp, brochados
CB: 7 61941 22714 6 - 00111/00211/00311/00411


Posted at 19:16 by enanenes
Deixe a sua opinião  




30.5.06
Mekanix

ref.223/06

Entre o  TPB dos X-Treme X-Men e o , a Marvel introduziu um 4º volume que inclui a mini-série de Kitty Pryde Mekanix de Chris Claremont e Juan Bobillo, antecedida do prólogo publicado em X-Men Unlimited #36, da autoria de Claremont e Salvador Larroca.

Trata-se de uma manobra de marketing, tendo provavelmente a Marvel pensado que o logotipo X-Treme X-Men venderia mais que Shadowcat. É um facto que Kitty irá aparecer nas próximas histórias de X-Treme, mas este interlúdio em nada é essencial para a narrativa.

Por outro lado, os que cresceram e criaram uma empatia com a personagem (a primeira aventura que li dos X-Men foi o clássico Days of future past - originalmente publicado há 25 anos -, onde Kitty tem uma papel fudamental e se mostra a importância que ganhará no - ou melhor, num possível - futuro), viram assim garantida a reunião em TPB da mini-série. 

Curiosamente, é-nos dito que desde que a personagem foi criada, na revista Uncanny X-Men #129 por Claremont e John Byrne (outra estória clássica, a primeira da saga da Fénix Negra), até à história que está a ser contada passaram oficialmente 5 anos no universo Marvel. Isso significa que todos os acontecimentos com a Kitty nos X-Men, Excalibur e demais eventos, decorreram em apenas 5 aninhos, enquanto que para o leitor passaram cerca de 23 anos. Nada como ser uma personagem da Marvel para ter uma vida extremamente preenchida!

Claremont explora nesta mini-série a morte do pai de Kitty em Genosha, bem como o crescente conflito entre humanos e mutantes, desta feita através de um movimento chamado Purity com o qual Kitty tem de aprender a lidar na faculdade.

Outra personagem que surge novamente é Xi'an , vulgo Karma (criada por Claremont e Frank Miller), um dos membros fundadores dos Novos Mutantes, que já não aparecia nas revistas Marvel desde 1998, altura em que o seu visual tinha sido totalmente alterado e tinha revelado ser lésbica. Nesta história, o visual volta a ser algo mais tradicional.

Ou seja, Claremont actualiza as suas personagens durante o conflito humanos-mutantes

X-Treme X-Men vol. 4 (inclui Mekanix # 1-6 e X-Men Unlimited #36, 2002-2003)
Chris Claremont, Juan Bobillo & Salvador Larroca
Marvel, 2004 [2nd printing] (EUA)
160 pp, brochado
ISBN 0-7851-1117-4


Posted at 17:42 by enanenes
Deixe a sua opinião  




29.5.06
BOP!

ref.222/06

Após Box Office Poison de Alex Robinson, a Top Shelf reuniu algumas histórias que ficaram por publicar na sua compilação e lançou-as com o título BOP! [More Box Office Poison].

Cinco delas foram retiradas das páginas da revista mensal, tendo as restantes aparecido originalmente em Box Office Poison Kolor Karnival, SPX 1997, Expo 1999, Expo 2000, Expo 2001, Private Beach #4 e Brilliant Mistake #1 (um 24 hours comic).

Surgem ainda 5 páginas como um preview de Tricked, utilizando a personagem Capricce.

Um pequeno livro que deliciará os que se dexaram envolver por Box Office Poison.

BOP! [More Box Office Poison]
Alex Robinson
Top Shelf, 2003
88 pp, brochado
ISBN 1-891830-46-5


Posted at 16:18 by enanenes
Deixe a sua opinião  




28.5.06
Flying Lessons

ref.221/06

Ao reler o que escrevi a propósito dos primeiros 2 volumes de Owly, tudo se mantém surpreendentemente actual.

Desta feita, Owly e Wormy tentam fazer amizade com um esquilo voador, uma tarefa nada fácil uma vez que as corujas são um dos predadores daquele pequeno mamífero.

Entretanto, Wormy tem um acidente devido a Owly não saber voar, o que origina com que Owly se decida a aprender...

A ler com uma enorme satisfação!

Flying Lessons
Owly (vol. 3)
Andy Runton
Top Shelf, 2005 (EUA)
144 pp, brochado
ISBN 1-891830-76-7


Posted at 16:06 by enanenes
Deixe a sua opinião  




27.5.06
Dark Horse Free Comic Book Day 2006

ref.220/06

Confesso que as novas sagas de Star Wars a que tenho tido acesso na 9ª arte não me têm entusiasmado (as da 7ª também não...). De qualquer modo, li Routine Valor de Randy Stradley e Douglas Weatley com a curiosidade de me aperceber do que estava a perder... Se por um lado é de louvar a Dark Horse ter optado por uma história curta, com princípio, meio e fim, o argumento não tinha o mínimo interesse, falhando deste modo a conquista de novos leitores que este Free Comic Book poderia alcançar.

Do outro lado deste flip-magazine, eis o Conan com a história The Spear. Como já referi, o Conan não está entre as minhas personagens favoritas mas tenho gostado do trabalho que tem sido realizado pela Dark Horse.

Timothy Truman & Paul Lee foram os convidados para realizar esta história curta, contando com a colorização de Dave Stewart e ainda com as tiras habituais de Jim & Ruth Keegan sobre a vida do criador do cimério Robert E. Howard. 

Mais interessante, sem dúvida, apesar de aquém das histórias publicadas recentemente pela editora.

Star Wars / Conan Free Comic Book Day 2006 Special
Randy Stradley & Douglas Weatley / Timothy Truman & Paul Lee
Dark Horse, 2006 (EUA)
28 pp, brochado


Posted at 19:12 by enanenes
Comentários (2)  




26.5.06
Sherlock Holmes

ref.217-219/06

A editora francófona Claude Lefrancq Editeur (CLE), à semelhança do que realizou com a série Agatha Christie, também adaptou obras de Sir Arthur Conan Doyle na sua série Sherlock Holmes, totalizando 9 álbuns publicados entre 1990 e 1998. Aliás, Holmes teve direito a ver adaptações à 9ª arte em mais 2 editoras: P&T (apenas 1 álbum) e a Soleil. Esta última reeditou 3 dos álbuns da CLE e adicionou 4 originais.

Tal como acontecera com 3 álbuns da série Agatha Christie, também 3 da série do famosos detective editados pela CLE foram publicados através da promoção de 6 álbuns de BD que a gasolineira Repsol realizou em 1997 no nosso país (com os direitos detidos pela Planeta DeAgostini, impresso em Espanha e um ISBN que revela ser espanhol).

Os títulos escolhidos foram os 3 desenhados por StibaneO Cão dos Baskerville (The Hound of Baskervilles, 1901), Jack o Estripador e A Fita Manchada (The Adventure of the Speckled Band, 1892), cabendo o argumento a André-Paul Duchâteau (o co-criador de Ric Hochet).

De assinalar que A Fita Manchada contém uma segunda história, O Fantástico Barão Maupertuis. Quer esta, quer Jack o Estripador não foram escritos por Conan Doyle.

Mais uma vez é de lamentar os erros ortográficos e de sintaxe, que uma melhor revisão teria evitado.

O Cão dos Baskerville (Le Chien des Baskerville, 1991)
Colecção Sherlock Holmes
André-Paul Duchâteau & Stibane
Repsol, 1997 (Portugal)
48 pp, cartonado
ISBN 84-395-6235-7

Jack O Estripador (Jack l'éventreu, 1994)
Coleccção Sherlock Holmes
André-Paul Duchâteau & Stibane
Repsol, 1997 (Portugal)
48 pp, cartonado
ISBN 84-395-6239-X

A Fita Manchada (La Bande Mouchetée, 1995)
Colecção Sherlock Holmes
André-Paul Duchâteau & Stibane
Repsol, 1997 (Portugal)
48 pp, cartonado
ISBN 84-395-6237-3


Posted at 18:16 by enanenes
Deixe a sua opinião  




25.5.06
Estigmas

ref.216/06

O italiano Lorenzo Mattotti tem poucas obras publicadas entre nós: Dr. Jekill & Mr. Hyde, O Homem à Janela e Estigmas. Este último saiu pela Witloof e, embora o tenha tentado encontrar nas nossas livrarias sem grande resultado, tal acabou por acontecer no Brasil, tendo acabado por comprar a edição brasileira da Conrad.

Claudio Piersanti teve a ideia para uma novela que nunca chegou a escrever e que se desenvolveu na arte de Mattotti.

O surgimento dos estigmas nas mãos de um gordo e careca empregado de um bar mal-afamado, marcam para sempre o resto da sua vida, por entre o sangue, a santidade, a marginalidade, a autodestruição, a violência e a indiferença que se lhe segue. Também é devido a esta graça inesperada e indesejada que conhece o amor, embora o futuro que tal lhe reserva também não seja risonho. Repleto de dificuldades é o percurso que realiza, carregado de angústia e ausente de esperança.

Uma obra a descobrir!

Estigmas (Stigmate, 1999)
Lorenzo Mattotti & Claudio Piersanti
Conrad, 2003 (Brasil)
192, brochado
ISBN 85-7616-002-1


Posted at 17:45 by enanenes
Deixe a sua opinião  




24.5.06
Goddess Head

ref.215/06

Ao longo de Goddess Head, são-nos apresentadas várias histórias curtas de Dash Shaw, separadas por fotografias de papel recortado por Jane Sambroski.

Shaw procura-nos transmitir emoção aquando da leitura das suas obras, explorando constantemente novas técnicas para quebrar as normas instaladas na 9ª arte - seja, p.e., a nível as vinhetas ou da letragem - e obrigar o leitor a acompanhar o autor na sua viagem pela fragilidade dos seres humanos, que teimam em se relacionar entre si.

Para tal, utilisa uma miríade de estilos e tópicos, que nos levam a reflectir e quiça reler algumas das histórias aqui compiladas.

Goddess Head
David Shaw
Teenage Dinosaur, 2005 (EUA)
100 pp, brochado


Posted at 16:31 by enanenes
Deixe a sua opinião  




23.5.06
Lua Negra

ref.214/06

Já tinha sido aqui abordado o segundo volume de Terry Morgan, O Amor É Vermelho e Arde. Concentremo-nos desta feita no seu volume de estreia, Lua Negra (Dark Moon).

Dividido em 8 capítulos, trata-se de um livro que traz alguma névoa sobre os limites definidos e estabelecidos entre a ilustração e a arte sequencial. Trata-se de um ou outro? Mas a verdade é que os próprios desenhos fazem lembrar ilustrações de uma instalação, tendo por vezes a sensação que estamos a passear num daqueles museus de cera que se propõem a contar a vida de alguém, destacando algumas passagens. Os próprios fundos mais elaborados, parecem cenários construídos com tecidos ou pintados, fazendo lembrar a artificialidade  dos cenários do filme do cineasta francês Alain Resnais Smoking / No Smoking.

A dificuldade de qualquer classificação vã é ainda exacerbada pelos textos de Adília Lopes, João Paulo Cotrim, José Agostinho Baptista Jorge Sousa Braga, Manuel António Pina, Manuel Hermínio Monteiro, Possidónio Cachapa e Regina Guimarães. Estes abordam em pequenos textos a vida de Morgan, nomeadamente a infância, a adolescência, a família, fantasias ou lugares, entre outros, tendo supostamente sido convidados pela autora a participar no seu livro, quiça fruto da sua estadia em Portugal.

Uma obra para todos os que não gostam de convenções, definições e gavetas.

nota: Terry Morgan é um dos múltiplos pseudónimos do português Manuel Tiago Silva.

Lua Negra / Dark Moon
Terry Morgan (com textos de vários autores)
Assírio e Alvim, 2000 (Portugal)
200 pp, cartonado
ISBN 972-37-0582-6


Posted at 15:05 by enanenes
Deixe a sua opinião  




Previous Page Next Page
   

<< August 2017 >>
Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat
 01 02 03 04 05
06 07 08 09 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31

Estatísticas 2005:
Entradas: 369
Livros: 489
Entrevistas: 3



wwwBEDÊ


Outros sites:
BDesenhada.com
Tugópolis



Outros blogs:
Séries de TV
Cinema
CULTura PoP


Visitantes:




If you want to be updated on this weblog Enter your email here:




rss feed