5.6.06
Deus e Vós

Dieu et vous

ref.232/06

Deus e Vós foi a última incursão das Edições 70 na banda desenhada, mais concretamente na área do cartoon.

Nascido em 1925, o francês Piem (leia-se Pierre de Barrigue de Montvallon) tem várias obras publicadas no mercado francês, tendo-se tornado bastante familiar do grande público com as emissões televisivas satíricas de Le Petit Rapporteur (1975-1976, TF1) e La Lorgnette (1977, Antenne 2).

Em Deus e Vós, Piem divide a sua obra em 6 capítulos e uma conclusão. Os capítulos são denominados de: Da existência de Deus e do uso que dela podemos fazer; Da dúvida à certeza, passando pelos intermediários; Da utilização da fé ao serviço da educação das massas; A arte e a maneira de partilhar convicções; Do mistério em geral e dos abusos em particular; Deus: a forma e o fundo ao alcance de todos.

A frase introdutória de Piem não poderia ser mais actual (a propósito de tudo o que ultimamente se tem discutido sobre cartoons políticos): Deus tem sentido de humor; simplesmente faltam-lhe as oportunidades de sorrir.

Já ao leitor, não faltarão certamente motivos para sorrir com as situação retratadas por Piem, originem ou não as mesmas uma reflexão sobre a espiritualidade

Em Janeiro deste ano, Piem foi galardoado com o título de Commandeur da Ordem das Artes e Letras francesa.

Como curiosidade, registe-se que a letragem foi realizada por J. Machado-Dias.

Deus e Vós (Dieu et Vous, 1996)
Piem
Edições 70, 2004 (Portugal)
128 pp, brochado
ISBN 972-44-1215-6


Posted at 11:39 by enanenes
Deixe a sua opinião  




4.6.06
Mônica 30 Anos

ref.231/06

As contas são fáceis: se a personagem Mônica do Maurício de Sousa foi criada em 1963, em 1993 tinha 30 anos. De modo a festejar tal ocasião, a editora Globo lançou a Edição de Aniversário Mônica 30 Anos, um álbum de capa mole com um formato deveras generoso (cerca de 27x19 cm).

O livro começa com os extras: uma introdução de Maurício sobre a génese da personagem, fotos das suas filhas em tenra idade (que inspiraram a Mônica, Magali e Maria Cebolinha), algumas capas da revista Mônica, desde 1970, ainda na editora Abril, à data da publicação, a sua transposição para o cinema, teatro, televisão e parques temáticos, as edições de revistas noutros países, uma entrevista fictícia com a personagem Mônica e uma entrevista real com a homónima filha do Maurício, entre outras curiosidades.

Interessantes são também os pin-ups desenhados por autores como Will Eisner (com o Spirit), Guido Crepax (com Valentina), Claudio Villa (com o Tex e seus pards), Nicola Mari (com Nathan Never), Gallieno Ferri (com Zagor e Chico), Corrado Roi (com Dylan Dog e Max), Giancarlo Alessandri (com Nathan Never e Java), Roberto Diso (com Mister No, onde além da Mônica, surgem muitos elementos da Turma), Silver (com Lupo Alberto e os seus amigos), Álvaro de Moya, André Le Blanc, Hugo Pratt (com Rasputin), Joe Kubert, Luis Zé, Ziraldo, Miguel Paiva, Milo Manara e Jim Davis (com o Garfield).

Entretanto, surgem as estórias. Começa-se com a primeira aparição da Mónica na tira cómica do Cebolinha, na altura publicada nos jornais. Do ponto de vista visual, as personagens eram bastante diferentes, podendo-se assistir ao longo do livro à evolução gráfica daquelas. E também a um desenvolvimento da personalidade de cada personagem. Não deixa de ser curioso notar que a Mônica surge como irmã do Zé Luiz, algo que é apagado posteriormente da história das personagens (como se vê, a alteração retroactiva da continuidade não é exclusiva dos norte-americanos).

Após as tiras cómicas, temos direito ainda a algumas pranchas semanais do Cebolinha, sempre com a participação da Mônica. Posteriormente, chegam as histórias a cores, as primeiras das quais ainda com um grafismo diferente do arredondado final.

Na segunda metade do álbum, é publicada a história que baptiza o coelho da Mônica com o nome de Sansão. Apesar do argumento não ser o mais forte, do ponto de vista artístico é interessante ver as personagens Tarzan e Jane, Fantasma, Hulk, Batman e Robin, Super-Homem e Madrake e Lothar transmutados nos traços do universo da Mônica.

A temática das histórias é bastante variada, havendo um pouco de quase tudo para todos os gostos (crossover com a Turma da Mata - mais propriamente com Jotalhão -, extra-terrestres, bruxas, autómatos, sonhos fantásticos e outros assuntos mais terra-a-terra).

A última história, avança 30 anos no futuro para nos mostrar a vida das personagens, com direito a uma viagem ao presente e tudo. Ao contrário da história publicada em Cebolinha #99 da editora Abril, O Calendário do Tempo (1981), o Cebolinha não se encontra casado com uma prima da Mônica - com a qual tinha um filho, o Cebolinha Júnior -, nem as personagens usam um foguete nas costas e um capacete de vidro nas cabeças. Desta feita, o futuro mostra um Cebolinha casado com a Mônica, com 4 filhos (Monique, Asparguinho, Cenourinha e Jónica) e 4 cães (Floquinho III, Folipo, Tufa e Felpudo). Mas é verdade que o Franjinha continua a surgir com bigode...

Apesar da Mônica ter feito 43 anos em 2006, tal em nada prejudica a leitura desta obra!

Mônica 30 Anos: Edição de Aniversário (1993)
(vários autores)
Globo, 1993 (Brasil)
256 pp, brochado


Posted at 20:42 by enanenes
Comentário (1)  




3.6.06
E Deus Criou Eva

ref.230/06

Phillipe Bercovici é um autor francês com várias séries publicadas, sendo a mais famosa As Batas Brancas (Les Femmes en Blanc).

Em 1997, aliou-se ao argumentista holandês Gerrit de Jager para o álbum de humor E Deus Criou Eva.

Cada prancha apresenta um gag independente, onde se parodiam as relações de Adão, Eva, a serpente e Deus.

Não é exactamente o meu tipo de humor; cada um deverá ler umas quantas páginas a ver se gosta, antes do levar para casa.

E Deus Criou Eva (Et Dieu Créa Eve, 1997)
Bercovici & Gerrit de Jager
Asa, 2002 (Portugal)
64 pp, brochado
ISBN 972-41-3001-0


Posted at 20:42 by enanenes
Comentário (1)  




2.6.06
Pato Da Vinci

ref.229/06

Nesta Edição Especial, intitulada Pato Da Vinci, reúnem-se em papel brilhante histórias de alguma gorma ligadas à arte.

Se o melhor papel poderá justificar a republicação de algumas histórias, coloca-se em causa se a escolha das mesmas foi a melhor, uma vez que algumas foram publicadas pela Edimpresa apenas o ano passado e estão ainda muito vivas na memória...

Inclui 3 histórias de Vicar e 1 de Giorgio Cavazzanno, entre muitas outras.

Edição Especial - Pato Da Vinci
(vários autores)
Edimpresa, 2006 (Portugal)
192 pp, brochado
ISSN 0874-0658


Posted at 20:13 by enanenes
Deixe a sua opinião  




1.6.06
Haunted Mansion #2

ref.228/06

No Verão de 2005, a comunicação social noticiou o acordo entre a Disney e a Slave Labor Graphics Publishing, no qual a SLG produziria 4 novas séries de banda desenhada inspiradas em universos e/ou personagens Disney: Haunted Mansion, TRON, Wonderland e Gargoyles.

Haunted Mansion é uma atracção clássica dos parques temáticos da Disney e as histórias inspiram-se em tal.

Neste 2º número, o leitor tem a possibilidade de ler 5 histórias curtas, da autoria de Christopher, Roman Dirge (com uma história da sua Lenore), Serena ValentinoFSc (criadoras da série Nightmares & Fairy Tales), Jon "Bean" Hastings & Jon Morris e Dan Vado & David Hedgecock (na 2ª parte sobre a vida de William Gracey, o Captain Blood).

Aconselha-se a tentar. Mais que não seja, a sublime história de Valentino e FSc recompensa tal aventura.

Haunted Mansion #2
(vários autores)
SLG, 2006 (EUA)
32 pp, brochado
ISBN 1-59362-031-4


Posted at 19:39 by enanenes
Deixe a sua opinião  




31.5.06
Dead Boy Detectives

ref.224-227/06

Em 2001, surgia o 5º produto de The Sandman Presents, desta vez centrada nas personagens The Dead Boy Detectives e subintitulada The Secret of Immortality.

Com argumento de Ed Brubaker e desenhos de Bryan Talbot, a Vertigo continuava deste modo a explorar o universo do Sandman de Gaiman, onde Charles Rowland e Edwin Paine surgiram (mais propriamente na saga Season of Mists, cerca de 10 anos antes). No entanto, muitas outras personagens serão familiares aos leitores de Sandman.

Trata-se de uma estória que poderá agradar a todos os que não leram Sandman mas que se interessam por uma aventura protagonizadas por jovens detectives fantasmas, com algum humor à mistura. Quanto aos fãs de Sandman, de certeza apreciarão este retomar das personagens. A mini-série nunca foi compilada em TPB, pelo que os interessados terão de procurar as 4 revistas que a constituem.

The Sandman Presents: Dead Boy Detectives #1-4
Ed Brubaker & Bryan Talbot
DC / Vertigo, 2001 (EUA)
4 x 32 pp, brochados
CB: 7 61941 22714 6 - 00111/00211/00311/00411


Posted at 19:16 by enanenes
Deixe a sua opinião  




30.5.06
Mekanix

ref.223/06

Entre o  TPB dos X-Treme X-Men e o , a Marvel introduziu um 4º volume que inclui a mini-série de Kitty Pryde Mekanix de Chris Claremont e Juan Bobillo, antecedida do prólogo publicado em X-Men Unlimited #36, da autoria de Claremont e Salvador Larroca.

Trata-se de uma manobra de marketing, tendo provavelmente a Marvel pensado que o logotipo X-Treme X-Men venderia mais que Shadowcat. É um facto que Kitty irá aparecer nas próximas histórias de X-Treme, mas este interlúdio em nada é essencial para a narrativa.

Por outro lado, os que cresceram e criaram uma empatia com a personagem (a primeira aventura que li dos X-Men foi o clássico Days of future past - originalmente publicado há 25 anos -, onde Kitty tem uma papel fudamental e se mostra a importância que ganhará no - ou melhor, num possível - futuro), viram assim garantida a reunião em TPB da mini-série. 

Curiosamente, é-nos dito que desde que a personagem foi criada, na revista Uncanny X-Men #129 por Claremont e John Byrne (outra estória clássica, a primeira da saga da Fénix Negra), até à história que está a ser contada passaram oficialmente 5 anos no universo Marvel. Isso significa que todos os acontecimentos com a Kitty nos X-Men, Excalibur e demais eventos, decorreram em apenas 5 aninhos, enquanto que para o leitor passaram cerca de 23 anos. Nada como ser uma personagem da Marvel para ter uma vida extremamente preenchida!

Claremont explora nesta mini-série a morte do pai de Kitty em Genosha, bem como o crescente conflito entre humanos e mutantes, desta feita através de um movimento chamado Purity com o qual Kitty tem de aprender a lidar na faculdade.

Outra personagem que surge novamente é Xi'an , vulgo Karma (criada por Claremont e Frank Miller), um dos membros fundadores dos Novos Mutantes, que já não aparecia nas revistas Marvel desde 1998, altura em que o seu visual tinha sido totalmente alterado e tinha revelado ser lésbica. Nesta história, o visual volta a ser algo mais tradicional.

Ou seja, Claremont actualiza as suas personagens durante o conflito humanos-mutantes

X-Treme X-Men vol. 4 (inclui Mekanix # 1-6 e X-Men Unlimited #36, 2002-2003)
Chris Claremont, Juan Bobillo & Salvador Larroca
Marvel, 2004 [2nd printing] (EUA)
160 pp, brochado
ISBN 0-7851-1117-4


Posted at 17:42 by enanenes
Deixe a sua opinião  




29.5.06
BOP!

ref.222/06

Após Box Office Poison de Alex Robinson, a Top Shelf reuniu algumas histórias que ficaram por publicar na sua compilação e lançou-as com o título BOP! [More Box Office Poison].

Cinco delas foram retiradas das páginas da revista mensal, tendo as restantes aparecido originalmente em Box Office Poison Kolor Karnival, SPX 1997, Expo 1999, Expo 2000, Expo 2001, Private Beach #4 e Brilliant Mistake #1 (um 24 hours comic).

Surgem ainda 5 páginas como um preview de Tricked, utilizando a personagem Capricce.

Um pequeno livro que deliciará os que se dexaram envolver por Box Office Poison.

BOP! [More Box Office Poison]
Alex Robinson
Top Shelf, 2003
88 pp, brochado
ISBN 1-891830-46-5


Posted at 16:18 by enanenes
Deixe a sua opinião  




28.5.06
Flying Lessons

ref.221/06

Ao reler o que escrevi a propósito dos primeiros 2 volumes de Owly, tudo se mantém surpreendentemente actual.

Desta feita, Owly e Wormy tentam fazer amizade com um esquilo voador, uma tarefa nada fácil uma vez que as corujas são um dos predadores daquele pequeno mamífero.

Entretanto, Wormy tem um acidente devido a Owly não saber voar, o que origina com que Owly se decida a aprender...

A ler com uma enorme satisfação!

Flying Lessons
Owly (vol. 3)
Andy Runton
Top Shelf, 2005 (EUA)
144 pp, brochado
ISBN 1-891830-76-7


Posted at 16:06 by enanenes
Deixe a sua opinião  




27.5.06
Dark Horse Free Comic Book Day 2006

ref.220/06

Confesso que as novas sagas de Star Wars a que tenho tido acesso na 9ª arte não me têm entusiasmado (as da 7ª também não...). De qualquer modo, li Routine Valor de Randy Stradley e Douglas Weatley com a curiosidade de me aperceber do que estava a perder... Se por um lado é de louvar a Dark Horse ter optado por uma história curta, com princípio, meio e fim, o argumento não tinha o mínimo interesse, falhando deste modo a conquista de novos leitores que este Free Comic Book poderia alcançar.

Do outro lado deste flip-magazine, eis o Conan com a história The Spear. Como já referi, o Conan não está entre as minhas personagens favoritas mas tenho gostado do trabalho que tem sido realizado pela Dark Horse.

Timothy Truman & Paul Lee foram os convidados para realizar esta história curta, contando com a colorização de Dave Stewart e ainda com as tiras habituais de Jim & Ruth Keegan sobre a vida do criador do cimério Robert E. Howard. 

Mais interessante, sem dúvida, apesar de aquém das histórias publicadas recentemente pela editora.

Star Wars / Conan Free Comic Book Day 2006 Special
Randy Stradley & Douglas Weatley / Timothy Truman & Paul Lee
Dark Horse, 2006 (EUA)
28 pp, brochado


Posted at 19:12 by enanenes
Comentários (2)  




Next Page
   

<< June 2006 >>
Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat
 01 02 03
04 05 06 07 08 09 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30

Estatísticas 2005:
Entradas: 369
Livros: 489
Entrevistas: 3



wwwBEDÊ


Outros sites:
BDesenhada.com
Tugópolis



Outros blogs:
Séries de TV
Cinema
CULTura PoP


Visitantes:




If you want to be updated on this weblog Enter your email here:




rss feed